Qualidade e eficiência dos artefatos de limpeza dos Produtos para Saúde (PPS): são essenciais na prevenção e controle de Infecções.

Qualidade e eficiência dos artefatos de limpeza dos Produtos para Saúde (PPS): são essenciais na prevenção e controle de Infecções.

Os processos realizados no Centro de Materiais e Esterilização (CME) desempenham um importante papel na difícil missão de prevenção e controle de infecções relacionadas à assistência à saúde.

A transmissibilidade de patógenos durante a assistência dos pacientes pode ser realizada de diferentes formas, uma delas é através de PPS inadequadamente limpos. A limpeza é considerada a primeira e a mais importante etapa do processo, visto que, resíduos de matéria orgânica nas superfícies, reentrâncias ou lúmens dos instrumentos podem abrigar e proteger os microrganismos dos agentes esterilizantes durante o processo de esterilização.

Sendo assim, a completa remoção da matéria orgânica reduz consideravelmente a presença de agentes contaminantes, possibilitando o contato do agente esterilizante com as superfícies dos PPS garantindo a eficácia da esterilização. Afinal, se um artigo não está convenientemente limpo, ele não pode ser considerado estéril, mesmo tendo passado por um processo de esterilização.

As evidências científicas já demonstraram que para uma limpeza adequada é necessário reunir quatro fatores importantes, os quais são: detergentes, água aquecida, tempo de exposição e a ação mecânica exercida pela cavitação, escovação ou jatos de água sob pressão.

O processo de limpeza pode ser realizado manualmente ou de forma automatizada. A limpeza automatizada é realizada por meio de equipamentos como lavadoras termodesinfetadoras, lavadoras ultrassônicas e sistemas de vapor fluente. A limpeza manual é realizada pelos profissionais de saúde que utilizam como método a imersão dos instrumentos em soluções de detergentes acompanhada da ação mecânica aplicada sobre as superfícies internas e externas dos PPS. Esta ação mecânica é realizada com o auxílio de escovas apropriadas, específicas para remoção de sujidades de PPS sem danificar o material.

Para ser eficiente, as escovas dever possuir dimensões como largura, diâmetro, comprimento e angulações ou flexibilidade adequadas aos itens a serem lavados, de forma que atinjam todas as superfícies, articulações, lúmens e reentrâncias a serem friccionados. É importante também que possuam cerdas macias e flexíveis o suficiente para promover a remoção da sujidade sem arranhar as superfícies metálicas presentes nos PPS o que pode com o tempo favorecer sua deterioração. É importante também que as escovas sejam resistentes, seguras e ergonômicas, que possuam tratamento antimicrobiano nas cerdas, podendo ser de uso único ou de múltiplo uso e, neste caso, permitam a limpeza e desinfecção ou esterilização.

O design e a qualidade dos artefatos são fatores que podem interferir diretamente na limpeza e na vida útil dos PPS e na eficiência dos processos.

Especialista em soluções para biossegurança, a FAMI Tecnologia Médica oferece uma ampla e completa linha de escovas para limpeza de instrumentos e utensílios em geral, além de suportes e grampos para agrupamento deles. A FAMI Tecnologia Médica possui escovas confeccionadas em cerdas de nylon indicada para ser utilizada na limpeza de todos os PPS e cerdas de aço inox e bronze que são mais indicadas para remoção de matéria orgânica fortemente aderida em superfícies externas de instrumentos metálicos. A FAMI Tecnologia Médica disponibiliza também escovas no formato reto, angulado e cilíndrico em diâmetros e comprimentos variados inclusive para uso em endoscópios rígidos ou flexíveis. Esta grande variedade de modelos e dimensões é importante para atender a grande diversidade de design dos instrumentos utilizados na área médica e odontológica.

A FAMI Tecnologia Médica fornece desde kits básicos para uma experiencia inicial, composto por 35 escovas de diâmetros, formatos e tipos de cerdas variadas, até itens individuais para reposição. Atendendo as diferentes demandas, as escovas estão disponíveis como reutilizáveis ou para uso único.

É importante ressaltar que com a adoção de boas práticas, padronização de artefatos adequados e de qualidade é possível atingir o estado da arte na limpeza de PPS contribuindo assim para a prevenção e controle de infecções, oferecendo assim segurança aos pacientes e profissionais.

Saiba mais sobre a importância da limpeza dos PPS na prevenção da infecção hospitalar no webinar realizado pela FAMI Treinamentos: https://youtu.be/rix1Z_OPICw

Tel: (11) 3775-0300

E-mail: info@fami.com.br

Site: www.fami.com.br

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *