Processos de limpeza e desinfecção automatizados contribuem para prevenção e controle de IRAS

Processos de limpeza e desinfecção automatizados contribuem para prevenção e controle de IRAS

A limpeza dos produtos para saúde (PPS) é a primeira e a mais crítica etapa do processamento, a qual tem como objetivo principal a remoção de resíduos orgânicos e consequentemente a redução dos microrganismos de tal forma que possa garantir a eficácia nos processos de desinfecção e esterilização. Aspectos importantes a ser considerados diante da pandemia que o mundo está vivendo.

Todos os produtos de múltiplo uso devem ser submetidos aos processos de limpeza, desinfecção ou esterilização entre um paciente e outro. Afinal, resíduos orgânicos em PPS de múltiplo uso são preocupantes, pois aumentam os riscos de infecções cruzadas entre pacientes.

Com o surgimento e disseminação das bactérias multirresistentes torna-se premente a necessidade de adequação da infraestrutura existente nos serviços de saúde para o processamento adequado e seguro de comadres e papagaios, possibilitando assim a prevenção e o controle da disseminação de enterobactérias entre os pacientes hospitalizados.

Em muitos hospitais, os dejetos coletados nos utensílios são desprezados no banheiro do quarto do paciente ou na sala de utilidades, também denominada sala de “expurgo”, e posteriormente são lavados manualmente, expondo os profissionais da saúde a riscos ocupacionais desnecessários. Nestes casos, raramente são submetidos ao processo de desinfecção adequado. Em algumas instituições após realizar a pré-limpeza no “expurgo” da unidade de internação, os utensílios são encaminhados ao Centro de Material e Esterilização (CME), onde serão submetidos a um processamento mais seguro. O processamento desses itens impacta na produção de PPS para atender a demanda do centro cirúrgico, aumentando os custos e afetando toda a cadeia de suprimentos.

As comadres e papagaios são fontes de disseminação de bactérias multirresistentes no ambiente hospitalar, inclusive em CMEs, devendo, portanto, ser tratados nas unidades em que são utilizados. Além disso, a limpeza inadequada expõe os pacientes e profissionais de saúde a riscos desnecessários de contágio e transmissão comprometendo a segurança assistencial.

Diante dos riscos e vulnerabilidades apresentadas, a limpeza automatizada passa a ser uma questão de segurança no processamento de PPS.

Lavadora desinfetadora

Com o objetivo de oferecer segurança, tornar o serviço de enfermagem mais eficiente e oferecer ao paciente uma assistência de qualidade, a FAMI Tecnologia Médica traz ao mercado a CLINOX 3A Arcania, lavadora desenvolvida para realizar o descarte de dejetos, a limpeza e a termodesinfecção de forma automatizada dos recipientes utilizados, sejam eles comadres, papagaios, bacias, assentos sanitários, elevadores para assentos sanitários, baldes de limpeza, cubas rim, urinol infantil ou vidros graduados.

Este equipamento detém uma tecnologia avançada que permite realizar a limpeza e termodesinfecção dos utensílios hospitalares, sem que os profissionais entrem em contato com os dejetos humanos. Basta posicionar os recipientes dentro do equipamento, que automaticamente os resíduos são desprezados. A limpeza e a desinfecção ocorrem a uma temperatura de 85ºC a 90ºC, conforme determinado pela ISO 15883-1. O ciclo de limpeza executa ainda descarga automática e autolimpeza da cuba.

A lavadora termodesinfetadora CLINOX 3A Arcania proporciona rapidez e baixo consumo de água e de detergente, assegurando redução dos custos e sustentabilidade. Além disso, entre um ciclo e outro, permanece com a tampa aberta promovendo a secagem do compartimento. A abertura e o fechamento do equipamento são realizados por acionamento dos pedais.

Segura e 100% automatizada, a CLINOX 3A possibilita a identificação do usuário e possui um painel no qual são exibidas informações referentes à temperatura atingida durante e a etapa do ciclo (pré-limpeza com água fria, pré-limpeza com água quente, limpeza com água quente, termodesinfecção ou resfriamento), garantindo o acompanhamento até a conclusão do processo.

O equipamento está disponível em duas versões: AUTO e TOTAL. Além das ações bactericida e fungicida, presentes em ambas, o modelo TOTAL tem como diferencial ser o único equipamento no mercado com ação esporicida.

Detergente, descalcificante, secante e abrilhantador

O bom desempenho da lavadora depende da qualidade do detergente escolhido. O fabricante recomenda detergentes que façam pouca ou nenhuma espuma para não deixar resíduos nos recipientes e nem nos circuitos internos do equipamento.

A FAMI fornece com exclusividade o detergente SECBRIL que atua também como descalcificante, secante e abrilhantador sendo ideal para uso nas lavadoras CLINOX 3A. O SECBRIL possui alta compatibilidade com produtos de aço inox, plástico e vidro, promovendo a limpeza dos utensílios sem deixar manchas e protegendo os componentes da lavadora contra a calcificação e deposito de resíduos inorgânicos.

É um produto biodegradável que contém na sua formulação tensoativos não iônicos, ácidos orgânicos suaves e complexantes que atuam como agentes de limpeza removendo a matéria orgânica ressecada ou incrustada nos utensílios. Por ser composto por ácido cítrico, não promove corrosão de superfícies, não irrita a pele e evita a formação de biofilme.

Disponível em galão de 5 litros, em caixas com quatro unidades, sua fórmula é altamente concentrada, permitindo diluição e economia de espaço de armazenamento. Durável, possui validade de dois anos após a data de fabricação em embalagem original.

Tel: (11) 3775-0300 

E-mail: info@fami.com.br

Site: www.fami.com.br

Fonte: Portal Hospitais Brasil – 24/02/2021

Compartilhar este post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.